MINERAL OU SINTÉTICO

O óleo lubrificante mineral é produzido por meio de uma combinação de aditivos e óleos básicos obtidos pelo refino do petróleo. Eles não são tão desenvolvidos quantos os sintéticos e semissintéticos, mas ainda são comuns e tradicionais no mercado. Suas principais características são o menor preço e, em contrapartida, uma menor durabilidade, necessitando de trocas mais frequentes.
O lubrificante sintético é produzido a partir da mistura de óleos básicos sintéticos e aditivos. Esse tipo de óleo passou por manipulações para torná-lo mais aprimorado e responder bem às condições severas de uso, que são o caso na grande maioria das cidades. Óleos sintéticos costumam ter composição química sofisticada, resultando em menor oxidação das peças lubrificadas. Suas principais características são a alta durabilidade, uma menor formação de borra e uma excelente relação de custo-benefício.
O óleo semissintético está no meio do caminho. Neste caso, uma base sintética é adicionada ao óleo mineral, o que barateia o acesso a um óleo lubrificante um pouco mais avançado, mas com qualidade intermediária.
Não é recomendado misturar óleo sintético e mineral, já que não existem estudos seguros para aconselhar essa mistura.
Como sempre reforçamos, o melhor lubrificante para o seu veículo é aquele que consta no manual do proprietário! As fabricantes executam os mais diversos testes e chegam ao óleo ideal, que proporciona ao motor o desempenho perfeito.

Desenvolvido por: DMI software